VI COLÓQUIO – (IN)DISCIPLINA E GESTÃO DE CONFLITOS NA ESCOLA: Como prevenir, como gerir.

Nos próximos dias 9 e 16 de abril irá decorrer, no Centro Cultural e na Escola Secundária Carregal do Sal, o VI Colóquio “(In)Disciplina e Gestão de Conflitos na Escola”, iniciativa do Centro de Formação de Associação de Escolas do Planalto Beirão. Este evento contará com conferências, ministradas por palestrantes convidados ligados ao ensino, à investigação e[…]

XVIII Seminário Regional de Educação

Nos próximos dias 8 e 9 de abril irá decorrer, na Biblioteca Municipal de Tomar, o XVIII Seminário Regional de Educação intitulado “Tomar a aprender – Educação e Formação para o Sucesso Escolar”, iniciativa do Município de Tomar – Unidade de Intervenção Social e Educação e do Centro Formação de Professores “Os Templários”. Este evento contará com[…]

Como se faz um bom aluno?

As boas notas começaram a surgir no 10.º ano quando ingressou na Escola Secundária Aurélia de Sousa, no Porto. Até lá chegar, Jorge (nome fictício) era um “aluno médio”. Do tipo: chega o três; não é preciso estudar para o quatro. Qual a razão para a mudança? Ao fazer o exercício de olhar para trás,[…]

A excelência no Projeto Fénix

Desde a sua implementação no ano letivo de 2008/ 2009, o Projeto Fénix tem-se revelado importante para a melhoria das aprendizagens e para a promoção do sucesso escolar dos alunos do Agrupamento de Escolas Campo Aberto. O projeto primou pela implementação de metodologias e estratégias de ensino-aprendizagem diferenciadas e personalizadas nas disciplinas de Português e[…]

“Os bons resultados na avaliação externa resultam de uma combinação de vários fatores”

Em contexto de sala de aula é desejável conseguirmos conquistar o grupo-turma com metodologias ativas e participativas. O trabalho colaborativo e cooperativo entre docentes, bem como a interdisciplinaridade, podem enriquecer estas dinâmicas pedagógicas. No entanto, todos nós sabemos que cada aluno é uma combinação única de diferentes catalisadores internos, como a motivação intrínseca e ascapacidades,[…]

E se a escola fosse como construir um pára-quedas

Reinventar a escola, é preciso. A lógica “industrial” que existe está desajustada. As rotinas instaladas, minam tudo e a todos afetam. A ideia do pára-quedas é a que me ocorre, como metáfora para reinventar a escola. As escolas, como construtoras do pára-quedas. Todo o potencial de conhecimento, de tecnologia está nela. Mas é preciso que[…]

Para uma participação cívica plena

  Estimulando nos alunos a formulação de previsões, a observação atenta, a execução ordenada de tarefas, a análise de ações, a organização e representação de informação e a apresentação de conclusões, as atividades experimentais assumem, na escola, um papel ímpar de criação de contextos riquíssimos de aprendizagem e de desenvolvimento, não apenas ao nível concetual[…]